A felicidade e nossa memória

22 de Julho, 2020

A felicidade é uma combinação complexa, uma mistura do presente com o passado. E sabemos que o presente dura pouco, alguns segundos; então algo que estamos sempre na busca. Diversos pesquisadores constaram que toda a informação que passa pela via da consciência é arquivada no sistema de memória do cérebro. Isto significa que você enxerga a sua própria vida, fundamentalmente, através da memória.

Ao reinterpretar o nosso passado, as lembranças ruins podem ganhar um novo significado com o passar do tempo. A ciência já provou que as memórias passam por um período de instabilidade sempre que você se recorda de alguma coisa. Isso significa que elas estão sujeitas a ganhar novas informações e serem alteradas. É possível reinterpretar lembranças ruins, porque a nossa memória não foi desenvolvida para guardar tudo, “ temos a tendência de nos lembrar melhor de coisas mais fortes”. A memória é refém dos picos de emoção, como frustrações ocorridas no trabalho e finais de semana alegres. Por isso, para nos aproximar da felicidade, devemos gerar emoções positivas que propiciem momentos bons, podendo ajudar a tornar vida mais longa e feliz.

Acessar nossa memória justamente nos permite que novas informações sejam agregadas a elas, pois se elas fossem 100% imutáveis, ninguém conseguiria aprender nada. Certamente, você já tenha passado por experiências difíceis ou períodos ruins. Ao passar por um novo período e melhor, houve uma nova interpretação. Portanto, você passa a achar que aquele período na sua vida foi importante para amadurecer, aprender muitas coisas e mudando o olhar sobre elas.

Viver mais feliz, é poder dar-se conta de coisas que vivemos e assim ir em busca da felicidade, pois as modificações são inevitáveis elas sempre deverão ocorrer em nossa vida. A readaptação da memória é um processo que acontece em todo o momento, sem que você perceba e não temos total controle sobre esse mecanismo. O futuro é inalcançável, porque esta sempre à frente. E o presente dura poucos segundos. A chave da felicidade está no passado, mais precisamente nas memórias afetivas, nos vínculos, laços afetivos que você vai construindo ao longo da sua vida. Então, o Fundamental para você encontrar a sua Felicidade, é poder conseguir fazer o sentido e encontrar o verdadeiro significado destas experiências em sua vida.

Encontre sua felicidade e alegria de viver!



FUNDAMENTAL

-Ter objetivos;

- Ter metas, pois isto influencia no seu presente;

- Rir bastante;

- Produzir lembranças melhores;

- O inesperado é uma arma poderosa para produzir boas lembranças e para quebrar a rotina. A chave é buscar um cotidiano rico em novidades, mesmo que à primeira vista, elas não pareçam grande coisa;

- Lembre se de deixar bons momentos para o final de cada episódio da sua vida;

- Lembre se de que aquele sofrimento ajudou você a crescer, foi Fundamental para forçá-lo a buscar algo novo;

- Uma memória ruim se transforma em algo bom;

- Ter amizades, construindo laços afetivos;

- Experiências prazerosas irrigam com satisfação as outras áreas da sua vida, criando condições para que você estabeleça um bom fluxo positivo para produzir memórias mais interessantes sobre o presente e para a reinterpretação das recordações do passado.



Daniela Henkel Blauth

Psicóloga- CRP 07/19501