​Concentração na escola, ainda é possível?

02 de Março, 2017

CONCENTRAÇÃO NA ESCOLA
Ainda é possível?

Imagine que a sala de aula deveria ser um ambiente onde todos os alunos estivessem concentrados no que o professor tem a ensinar, mas na verdade não é bem isso que acontece. Somos humanos, nossa mente é flutuante e tudo nos chama a atenção, principalmente neste mundo tecnológico, com vários atrativos melhores que o estudo. Pensando nisso, seguem algumas dicas para aumentar a concentração .

DORMIR BEM: A mente não poderá se concentrar se não estiver bem descansada.

TOMAR CAFÉ DA MANHÃ: Consumir uma refeição nutritiva e adequada pela manhã proporciona a energia para o dia.

SENTAR NA FRENTE: Isso ajuda você a se concentrar.

EVITAR SENTAR PERTO DE AMIGOS TAGARELAS: Conversar com os amigos é muito importante, porém não nos momentos que exigem atenção.

OLHAR PARA O PROFESSOR: Olhe-o nos olhos e observe seus movimentos.

ANOTAR: Ouça as frases-chave como “Isso é importante” e anote. Utilize canetas coloridas ou marcadores de texto que chamem sua atenção.

ORGANIZAR-SE: Não tente terminar anotações antigas ou temas de casa durante a aula.

PERGUNTAR: Quando um professor fizer uma pergunta, se ofereça para respondê-la.

SER POSITIVO: Quando entrar na sala de aula, coloque um sorriso no rosto e um pouco de confiança no bolso. Sua mente produzirá melhor se você estiver de bem com a vida.

REVISAR: Veja se consegue lembrar das partes mais importantes da aula do dia, sem olhar nos cadernos, faça um treino mental.

Não desista! Se todas essas orientações estiverem presentes e ainda assim não funcionarem, é provável que você tenha alguma dificuldade maior. Não tenha medo, informe-se. Utilize a conversa com o professor como ferramenta de investigação e amplie sua rede de apoio. Contate seu médico, consulte um psicológo e faça uma avaliação neuropsicológica caso necessário. Boa prática!



Edinéia Silva Rysdyk Psicóloga do NAP