Já ouviu falar em ‘perna mais curta’?

16 de Fevereiro, 2017

Já ouviu falar em ‘perna mais curta’?

Essa diferença entre membros é bem comum e pode acontecer em mais de 90% da população. Uma das causas é o desalinhamento da articulação do quadril, que faz com que a perna fique realmente mais curta que a outra.

Quando se nasce com uma diferença óssea de pernas, chamado de diferença anatômica, não há muito que ser feito e a única forma de resolver o desalinhamento é o uso de palmilhas.

Agora, quando esse desalinhamento entre as duas pernas não é anatômico, ou seja, você não nasceu com um osso de uma perna maior do que da outra, essa ‘perna mais curta’ pode ser devido à um desalinhamento na região da pelve/quadril. Sim, acredite. Com apenas alguns ajustes Quiropráticos na região, essas articulações voltam para o seu devido lugar e funcionam novamente da maneira correta.

E sabe o que mais? Esse alinhamento da pelve não é só para endireitar a altura das pernas, mas também porque alterações no seu alinhamento levam a modificações nas curvaturas da coluna vertebral, aumentando as forças compressivas sobre a coluna lombar e causando dor.

A dor lombar é uma das queixas mais comuns em consultórios médicos, e os desequilíbrios posturais (entre eles, o desalinhamento de pernas) destacam-se como principais fatores para seu desenvolvimento.


Desiree Moehlecke Quiropraxista do NAP